Pelo Corredor da Escola

Apontar temáticas do cotidiano escolar é o objetivo primeiro deste blog, na intenção de ser "elo" entre as partes envolvidas (aluno/professor). A reflexão é o nome deste elo, que não só une, mas debate e critica os principais livros do Brasil e do mundo.

Para maiores informações falar com o Prof. Israel Lima

israellima7.4@bol.com.br

sábado, 28 de março de 2009

É só Alegria!!! 2 Meses na Internet!!!


No dia 22 de março deste ano, comemoramos dois meses na internet! Pois é, parece que foi ontem, e já se foram dois meses. Quero agradecer a você que visita nosso blog: “Pelo Corredor da Escola” e que, acima de tudo, colabora lendo e comentando nossas matérias. A você nossos sinceros agradecimentos. Continue sempre conosco!!!

Muito Obrigado a Você que faz parte desse sucesso!

Pois foram mais de 7 mil visitas em mais de 20 países e mais de 70 Cidades, Capitais e Estados brasileiros. Continue sempre conosco e vote, também, nos nossos selos de participações.

Valeu!!!

Por enquanto é só isso!!!

Prof. Israel Lima

Bancos não podem mais cobrar por boletos


Finalmente uma boa notícia!

Chega de tanta enrolação, não é verdade?! Já pagamos taxas demais. Taxa disso e taxa daquilo! Taxa de boleto??? Tem sentido isso, pois é, pagamos por muitos anos! É muito pra nosso bolso, não concorda?

Veja você: “o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou resolução do Banco Central (BC) que proíbe os bancos de cobrarem dos clientes taxas pela emissão de boletos e de carnês de pagamento de operações de crédito ou arrendamento mercantil (leasing).

A norma que proíbe a cobrança dos boletos altera a Resolução nº 3.518 de dezembro de 2007. Mas existe uma exceção: os boletos relacionados a financiamentos habitacionais poderão ser cobrados, pois o setor habitacional é classificado como operação especial e a norma não se aplica a ele. Que é um absurdo!!! Neste caso, acho que a regra deveria se encaixar a qualquer setor, até mesmo às lojas, que também cobra por esse serviço.

Simplificando, fica assim:

· Contas – a tarifa por emissão de boletos, carnês e assemelhados está proibida. A exceção é para os boletos de financiamento imobiliário.

· Saques – o banco não pode impedir ou atrasar saques de até R$ 5 mil. Para valores superiores, o prazo máximo é para o dia útil bancário seguinte.

· Informação – os bancos devem fornecer informações claras aos clientes, inclusive no contrato.

· Débito Automático – está proibido o débito em conta de depósito sem autorização prévia do cliente.

(Fonte pesquisada: Jornal da Tarde, sexta-feira, 27/03/2009)

Uma vergonha - 1/3 dos docentes temporários do País está no estado de São Paulo

A solução para este problema chama-se concurso. Não tem outro nome, ou tem? Alguém poderia me explicar ou simplesmente me dizer qual o outro nome, isso é, se tiver! Bom, segundo o jornal “O Estado de São Paulo”: “São Paulo é um dos três Estados que mais têm os chamados professores temporários entre os docentes que atuam em suas escolas estaduais. O índice chegou a 47,8% dos professores em dezembro de 2008. Além disso, o Estado sozinho tem um terço de todos os 300 mil profissionais nessa situação no País segundo levantamento feito pelo Estado nas secretarias da Educação.” O mesmo jornal fez a seguinte pergunta no dia 20/02/2009: “Você aceitaria que um professor reprovado pela Secretaria de Estado da Educação desse aulas para seu filho? A Resposta foi a seguinte: 88% dos entrevistados disseram NÂO 12% dos entrevistados disseram SIM. Pasme-se: “o índice de professores temporários é maior entre os que atuam da 1ª a 4ª série na rede estadual de São Paulo. Em dezembro de 2008, entre os 67.971 docentes de anos iniciais do ensino fundamental – em que ocorre a alfabetização – 39.284 estavam contratados em caráter provisório (58%). Entre 5ª série e o ensino médio, o índice é de 43%. Na rede toda, havia 104.074 temporários.” Acredito que não foi levada em consideração a condição precária em que se encontra o profissional da educação em São Paulo. Salas de aulas mais que lotadas, a volta da “cartilha”, que em muitos casos vem com erros gritantes, como por exemplo, este: no caderno do aluno de Geografia da 6ª série, que apresenta um mapa da América do Sul. Até aí, tudo bem, mas o curioso é que o mapa apresenta a região conhecida como Uruguai com a indicação de Paraguai e a região do Paraguai como Uruguai e ainda um novo país com a denominação Bolívia Paraguai. (Caderno Cotidiano da Folha de São Paulo de (17/03)). E ainda temos que nos contentar com salários que mais parecem piadas, a violência assustadora em todas as escolas, exemplo para este último caso é que não falta, é só pegar os jornais e comprovar.
(Fonte: O Estado de São Paulo de 20/02/2009)

Aluno atira dentro de escola


Como fica a nossa segurança?

Nós, professores, que somos tão injustiçados, cobrados, com salários vergonhosos, com salas de aulas lotadas, com alunos indisciplinados que nos agridem e fica por isso mesmo. Com a saúde cada vez mais agravada, que tem, para se manter, que trabalhar em mais de uma escola. Que se desgasta tanto, pra ganhar tão pouco e ser desvalorizada a cada dia. Isso é um absurdo!!!

Veja só: “um garoto de 14 anos atingiu com um disparo de revólver calibre 38 uma colega de 15 anos dentro de uma sala de aulas da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Geraldo Sesso Junior, na Vila Brasilândia, zona norte da Capital, na manhã do dia 26/03/2009.” O maia curioso é que a escola fica bem em frente ao 45º Distrito Policial, onde o caso foi registrado.A sala de aula deveria ser o único lugar onde a violencia não deveria entrar!!
Aonde vai estacionar o “vagão” educação? Se ainda ele existe!

(Fonte: Jornal da Tarde – 27/03/2009)

Contabilização de faltas liberadas por lei é contestada

Além de se posicionarem contra a instituição do bônus por desempenho, os sindicatos ligados aos servidores da educação estadual contestam a forma como ele está sendo aplicado. Apontam, sobretudo, que o governo não poderia contabilizar ausências em licenças-prêmio ou em afastamentos por casamento ou morte de familiar para descontar do valor a ser recebido no bônus por desempenho. A licença-prêmio tem duração de 90 dias e, por ironia, é concedida ao servidor que fica cinco anos sem faltar. Para efeito de bônus, só não foram descontadas as licenças maternidade, paternidade, de adoção de crianças e as férias anuais.
“Em função da licença-prêmio, alertamos a secretaria sobre a inconstitucionalidade (do desconto no bônus). Se algum gestor se sentir prejudicado e nos procurar, vamos entrar na Justiça e ganharemos”, acredita Luiz Gonzaga de Oliveira Pinto, presidente da Udemo, sindicato que representa os diretores da rede estadual de ensino.
A Apeoesp, que representa os professores, anunciou que vai abrir um canal de comunicação com os docentes da rede por meio da página da entidade na internet (www.apeoesp.org.br). O objetivo é orientar o professor que discordar do valor recebido ou das faltas descontadas. “Somos contra esta política, mas, uma vez estabelecidas as regras, cabe ao sindicato fiscalizar e, em caso de problemas, negociar com a secretaria ou encaminhar juridicamente a questão”, afirma Maria Izabel Noronha, presidente da Apeoesp.
Segundo o governo, o bônus máximo vai atingir R$ 15 mil, no caso de gestores. Para professores, a remuneração mais alta chegará a R$ 12 mil, valor contestado por sindicalistas. 'Nenhum professor ganha R$ 4 mil na rede', diz José Maria Cancelliero, vice-presidente do Centro do Professorado Paulista (CPP)

(Jornal da Tarde 26/03/2009)

COBRANÇA DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL

Por determinação do Ministério do Trabalho e Emprego, publicada no Diário Oficial da União de 16 de março, todos os servidores públicos – federais, estaduais e municipais – devem ter desconto no pagamento de março da contribuição sindical. Equivalente a um dia de trabalho, a cobrança é obrigatória, independentemente de o servidor ser filiado ou não a qualquer sindicato. Segundo o Ministério, a intenção é uniformizar a cobrança, que já ocorre no setor privado, entre todos os trabalhadores. Só em São Paulo, 135.465 servidores municipais terão o desconto da contribuição sindical. No entanto a decisão não levou em conta o posicionamento dos sindicatos. O SINPEEM, organização autônoma e independente, jamais cobrou imposto sindical. A entidade é mantida pela contribuição daqueles que, voluntariamente, se associam. Portanto, não concordamos com a cobrança compulsória deste imposto. Caso ocorra à nossa revelia, devolveremos o valor descontado para todos os nossos associados. CUT defende negociação entre trabalhadores e sindicatos Na contramão das demais centrais, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) é contra a cobrança da contribuição sindical e defende que a medida tem de ser negociada entre as entidades sindicais e os trabalhadores.

(Informativo SINPEEM 18 de março de 2009)

SECRETARIA CONVOCA PROFESSORES DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I

A Secretaria Municipal de Educação publicou no Diário Oficial a convocação de 170 professores de educação infantil e ensino fundamental I aprovados no concurso público de ingresso homologado em 30 de novembro de 2007. A relação dos convocados e o cronograma de escolha estão na página 47 do DOC de 18 de março.


A escolha de vagas para o provimento destes cargos será no dia 1º de abril, na Conae 2 – avenida Angélica, 2.606, Higienópolis.

(Informativo SINPEEM 18 de março de 2009)

segunda-feira, 23 de março de 2009

Uma Causa Mais que Justa. Seria!!!



São Paulo se junta à Hora do Planeta

A maior cidade da América Latina confirmou sua participação na Hora do Planeta 2009. No dia 28 de março, entre 20h30 e 21h30, serão apagadas as luzes da Ponte Estaiada, Monumento às Bandeiras, Viaduto do Chá, Teatro Municipal, estádio do Pacaembu, Obelisco e Parque do Ibirapuera durante ato simbólico contra o aquecimento global.

Além dos monumentos públicos, instituições da cidade como o Edifício Copan, o Instituto Butantan, o estádio do Morumbi e o Museu de Arte Moderna também aderiram e irão apagar as suas luzes externas no próximo dia 28 de março, bem como prédios comerciais como World Trade Center, o Sheraton Hotel e a sede da Vivo.



A Hora do Planeta é um gesto de engajamento, no qual cada um deve fazer a sua parte para um futuro melhor. Será uma demonstração da nossa paixão pelas pessoas, pela solução, pela conservação do planeta, e principalmente, pelo futuro e pela vida.


Álvaro de Souza,
presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil

Ato, neste sábado, chama a atenção para o aquecimento global

O movimento mundial que pretende apagar as luzes por 60 minutos, num ato simbólico pela preocupação com o aquecimento global.
A intenção do movimento é alcançar mais de um bilhão de pessoas em mil cidades ao redor do mundo em sua terceira edição. A participação é fácil: pessoas, individualmente, escolas, empresas, organizações e cidades podem aderir à Hora do Planeta cadastrando seus dados no site www.horadoplaneta.org.br. Até ontem, 35 municípios brasileiros já estavam na lista de adesão.
A Rede WWF, organizadora do movimento, quer engajar e mobilizar a sociedade para manifestar a preocupação com o aquecimento global. No Brasil, que participará pela primeira vez, a ideia é também conscientizar a população sobre o desmatamento e as queimadas, formas preocupantes e de maior emissão de gases do efeito estufa do país.
Conforme dados do WWF, o Brasil é o quarto país no ranking mundial de emissão de gases do efeito estufa. O desmatamento é o principal motivo, representando 75% do total de emissão do gás carbônico (CO2), principal causador do aquecimento global.
A Hora do Planeta é uma das maneiras encontradas pelo WWF para mostrar a manifestação social para que seja assinado, em dezembro, o Acordo Global de Clima. O documento, envolvendo 100 países, deve estabelecer as metas e regras para combater as mudanças climáticas e o aquecimento global através da diminuição das emissões pelos países.

(Fonte Diário Catarinense)

sábado, 14 de março de 2009

Imposto de Renda: contribuinte tem até 30 de abril para entregar a declaração

A entrega da Declaração de Imposto de Renda de 2009 (ano-base 2008), iniciada no dia 2 de março, deve ser feita até 30 de abril, sendo obrigatória para o contribuinte que, em 2008:

a) recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 16.473,72;

b) recebeu rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, superiores a R$ 40.000,00;

c) participou, em qualquer mês de 2008, do quadro societário de sociedade empresária ou simples, como sócio ou acionista, ou de cooperativa, ou como titular de empresa individual;

d) obteve, em qualquer mês de 2008, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;


e) teve a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 80.000,00;


f) passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nesta condição se encontrava em 31 de dezembro;

g) teve receita bruta superior a R$ 82.368,60 através de atividade rural, ou que estiver compensando prejuízos de anos anteriores ou do ano que se refere à declaração, neste caso, sendo vedada à declaração através do modelo simplificado. Para este ano, o governo criou mais duas alíquotas.

Veja a tabela:


IMPOSTO DE RENDA 2009


Rendimento (R$)

Alíquota
Até R$ 1.434 - 0% (ISENTO)
De R$ 1.435 a R$ 2.150 - 7,5%

De R$ 2.150 a R$ 2.866 - 15%

De R$ 2.866 a R$ 3.582 - 22%

Acima de R$ 3.582 - 27,5%



(12/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

Servidor que não se recadastrar ficará sem pagamento


Os servidores públicos municipais ativos, inativos e pensionistas da administração direta devem fazer o recadastramento de 2009 no mês de seu aniversário.
Eles devem apresentar documento de identificação com fotografia e demonstrativo de pagamento nas unidades de recursos humanos da Prefeitura. Não serão aceitos documentos de identificação em fotocópias simples ou sem fotografia. O recadastramento é presencial.
Os servidores com dois vínculos deverão se recadastrar apenas em um, pois o recadastramento do s egundo vínculo será automático.


Locais para recadastramento


a) servidores ativos: na Unidade de Recursos Humanos (URH) da Secretaria ou na Supervisão de Gestão de Pessoas (Sugesp) da subprefeitura em que estiver lotado;

b) servidores inativos: preferencialmente na Unidade de Recursos Humanos (URH) da Secretaria ou na Supervisã o de Gestão de Pessoas (Sugesp) da subprefeitura na qual se aposentou;

c) pensionistas: no Departamento de Recursos Humanos (DRH), da Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGP) da Secretaria Municipal de Gestão (SMG) – rua Líbero Badaró, 425, térreo, Centro, das 9h às 16h – ou por meio do recadastramento presencial em cartório.

Quem não se recadastrar terá o pagamento suspenso e só voltará a recebê-lo depois que o Departamento de Recursos Humanos regularizar a situação.

Mais informações no site:

www.prefeitura.sp.gov.br/recadastramento


(12/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)


SME convoca titulares e adjuntos

A Secretaria Municipal de Educação publicou no Diário Oficial de 4 de março convocações de titulares e adjuntos aprovados em concursos públicos. Foram chamados 10 professores de educação infantil, cinco de ensino fundamental I, 16 de ensino fundamental II e médio (um de Português e 15 de História), 13 professores de desenvolvimento infantil e 37 adjuntos (cinco de Português, 22 de Matemática e 10 de Inglês). A escolha de vagas para o provimento destes cargos será no dia 18 de março, na Conae 2 – avenida Angélica, 2.606, Higienópolis. As relações de convocados e os cronogramas de escolha estão nas páginas 34 e 35 do DOC de 04 de março. Vale destacar que as convocações dos professores apro vados nos concursos que expiraram em 29 de junho de 2008 e 26 de novembro de 2008 só ocorreram para vagas nas quais houve desistência dentro do prazo legal. O SINPEEM continua lutando e pressionando para que todos os aprovados nos concursos públicos sejam convocados pela SME e pela realização de concurso público para o quadro de apoio.

(12/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

SME publica alteração que garante reuniões pedagógicas nos CEIs

Parte da nossa luta por igualdade de tratamento e direitos foi conquistada com a alteração da Portaria que dispõe sobre o calendário escolar, publicada no Diário Oficial do dia 07 de março.

Com a alteração, os Centros de Educação Infantil (CEIs) passam a ter, a exemplo das Emeis, quatro reuniões pedagógicas no ano.
Sem dúvida, esta se soma às outras conquistas que tivemos como as férias coletivas, possibilidade de funcionamento a partir das 6h30 e hora/atividade, que muito nos anima a continuar batalhando por recesso, valorização salarial, ampliação de direitos funcionais.

Para consultar a íntegra da Portaria acesse

http://www.sinpeem.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=2926


(12/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

SINPEEM realiza assembleia geral da categoria dia 21 de março, às 10 horas


O SINPEEM realizará em 21 de março, às 10 horas, assembleia geral, no Centro de Formação do sindicato (rua Guaporé, 240, Metrô Armênia), para debater e aprovar a pauta de reivindicações da categoria, o calendário de luta e os rumos da campanha salarial de 2009.
Com a crise econômica internacional, que tem apresentado como uma de suas principais consequências as demissões em massa, certamente a luta pela manutenção dos nossos direitos e atendimento às nossas reivindicações não será tarefa fácil, apesar de o governo municipal ter registrado superávit e gastar menos de 40% do previsto em lei com a folha de pagamento dos servidores.
Não podemos permitir que a administração municipal imponha mais sacrifícios aos servidores, sob a alegação de contenção de gastos. Por isso, não nos intimidaremos e pressionaremos para que as nossas reivindicações sejam atendidas.
Na assembleia geral da categoria, vamos debater e aprovar a pauta de reivindicações que será entregue ao governo. Entre elas:
  • aplicação de 17,5% sobre os padrões de vencimentos das tabelas do Quadro dos Profissionais de Educação e agentes de apoio;
  • fixação do piso dos servidores municipais em três salários mínimos;
  • isonomia salarial e funcional, com extensão de todos os direitos e vantagens para os readaptados, aposentados e pensionistas;
  • reposição de perdas salariais, segundo ICV/Dieese acumulado entre janeiro de 2005 e janeiro de 2009;
  • alteração da Lei nº 13.303, para ampliar o percentual de receitas correntes destinado às despesas com pessoal e fixação de períodos de revisão salarial;
  • extensão dos ganhos judiciais de 81% para todos os profissionais de educação e demais servidores da Prefeitura;
  • recadastramento e pagamento retroativo dos ganhos judiciais para os agentes escolares e integrantes da carreira do magistério que tiveram mudança de CL;
  • revisão de critérios para concessão e valores dos adicionais de difícil acesso, insalubridade, noturno;regulamentação da Gratificação por Local de Trabalho, contida nos artigos 60 e 61 da Lei nº 14.660/07;
  • revogação dos incisos I e II do § 3º, artigo 59 da Lei nº 14.660/07;
  • inclusão da JB e da JBD (jornadas docentes) no inciso III do § 3º do artigo 59 da Lei nº 14.660/07; igualdade de direitos entre efetivos e servidores estáveis e não-estáveis;
  • redução da jornada de trabalho do quadro de apoio (agentes escolares, agentes de apoio, vigias escolares, auxiliares técnicos, auxiliares de secretaria e secretários de escolas) e dos gestores de educação para 30 horas semanais, sem redução de salários;
  • lotação dos agentes de apoio nas unidades escolares com anuência do servidor;
  • pagamento dos precatórios alimentares;
  • alteração do decreto que dispõe sobre o cálculo da Gratificação por Desenvolvimento Educacional (GDE) e definição do valor da primeira parcela até junho de 2009;
  • revisão do módulo de supervisor, assistente de direção, coordenador pedagógico, auxiliar de direção, secretário e ATE, fixado por portarias;
  • retorno do pagamento dos ganhos judiciais aos integrantes do Quadro de Apoio à Educação e aos professores que tiveram alteração do CL;
  • melhoria das condições do Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM);
  • descentralização do atendimento ambulatorial com especialidades médicas, exames por imagem e laboratorial;
  • atendimento médico domiciliar para servidores que apresentam incapacidade de locomoção;
  • extensão do direito de utilização do HSPM para filhos de qualquer idade com deficiências;
  • reorganização do quadro e das carreiras dos profissionais de apoio à educação, com convocação de concurso;
  • investidura em cargos da classe II (gestores) por concursos de acesso e de ingresso;
  • afastamento remunerado e redução da carga horária de trabalho para estudar;
  • inclusão de novo prazo para mudança de cargo e jornada docente;
  • ampliação da quantidade dos níveis e graus das tabelas de vencimentos do quadro do magistério e quadro de apoio; hora excedente com valor de 100% superior a hora da jornada do cargo;
  • direito de enquadramento em referências de maior valor na tabela de vencimentos para professores comissionados estáveis e não estáveis;
  • direito à restrição de função para os profissionais da educação comissionados (inspetores de alunos, auxiliares de secretaria);
  • ampliação de 6,5% para 10% entre um grau e outro e uma referência e outra na tabela de vencimentos;
  • implementação de ações voltadas para a prevenção e assistência à saúde do servidor;
  • reconhecimento das doenças profissionais;
  • atendimento à demanda no ensino fundamental regular e na Educação de Jovens e Adultos;
  • redução do número de alunos por sala de aula;
  • fim da política de abono complementar, bônus e gratificações;
  • garantia de emprego e direitos para os comissionados estáveis e não-estáveis e admitidos estáveis e não-estáveis;
  • isonomia de direitos e remuneração entre ativos, aposentados e readaptados;
  • recesso em julho para os CEIs;
  • fortalecimento dos Conselhos de Escola, com gestão democrática; e
  • melhores condições de trabalho.


(12/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

domingo, 8 de março de 2009

Dia Internacional da Mulher - 08 de Março 2009

São Várias Mulheres Especiais que Conheço, Veja os Nomes abaixo:

Minha mãe, dona Josefa Maria,
e tantas outras mulheres:

Mirían,
D. Rosa,
Silveli,
Ana Flávia,
Denise,
Profa. Dra. Diva,
Profa. Dra. Tereza
Adilza,
D. Mª do Carmo,
D. Cleusa,
Profa. Lílian,
Profa. Ivete,
Profa. Marisa,
Profa. Cleusa,
Lígia,
Tia Sandra,
Tia Cleusa,
Irmã Luciana,
Leila,
Irmã Maria,
Irmã Cida (as duas),
Tia Marluce,
Irmã Pequena,
Valdely,
Valdenora,
Maria Madalena,
Solange,
Profa. Vera (as duas),
Profa. Luiza,
Profa. Ana Paula,
Profa. Lúcia,
Profa. Flávia,
Profa. Odete,
Profa. Eliane,
Profa. Vanisse,
Profa. Roseli,
Profa. Ana Helena,
Profa. Marlene,
Profa. Dra. Márcia Romero,
Adriana (Manhinha),
Geruza,
Gilda,
Eva,
Lurdes,
Neuzinha,
Denize,
Iraní,
Rose,
Zilda,
Tia Madalena
Minha Prima e amiga Bel,
Lúcia (três amigas),
Lucidalva,
Branca,
Marli,
D. Toinha,
Cristiane,
Fernanda (5 amigas)
Gi,
Claudia (três amigas),
Rosana,
Silvinha (amor),
Irmã Silvia,
Erica,
Suzana,
Madrinha Rita,
Midiã,
Viviane,
Sueli,
Luzia,
Angela (2 amigas)
D. Beth,
D. Carmem,
Cida (2 amigas)
Paula,
Priscila,
Ana,
Lucidalva,
Edvania,
Vania,
Eudivania.
Entre outras
mulhes!!!!
Parabéns!

A Você, Mulher, Que Visita Este Blog, Desejamos Um Feliz















Parabéns!!!!

sábado, 7 de março de 2009

Criacionismo ou Evolucionismo?

Criacionismo: se acreditamos que verdadeiramente Deus criou o homem. E Evolucionismo: se acreditamos que o homem não foi criado, mas evoluído de espécie pré-existente.
Com o dualismo, em tempos remotos, o homem buscou formas para fundamentar sua crença, não contente com a “existência” apenas de Deus e do diabo, buscou deuses intermediários. Acredita-se ser mais fácil escolher, quando temos mais de uma opção: bem e mal, alma e corpo, espírito e matéria, ondas e partículas, o homem e a mulher, o dia e a noite, sorte e má sorte, céu e terra, paraíso e inferno e até criacionismo e evolucionismo, por que não?
Pois é, discussão religiosa à parte vamos tentar, entender o óbvio.
Este ano comemoram-se os dois séculos de nascimento de Charles Darwin e os 150 anos da famosa teoria que popularizou o naturalista britânico, em toda a parte do mundo. Então, vamos lá, séculos se passaram, e confesso, por mais ridículo que possa parecer, não vi um macaco, ou pelo menos, ouvi alguém dizer que em determinado circo, um macaco “evoluiu” em um humano.
A única ‘evolução’ que sei que existe, é na atitude, conduta e comportamento do homem.
Infelizmente, o homem deixou de ser a “cópia fiel de Deus” para regredir a um rascunho mal acabado de si próprio. “Evoluindo” para a maldade, a crueldade e egoísmo. Em que “evoluiu” o pai e a madrasta da pequena Isabella Nardoni, que foi brutalmente atirada da janela de um apartamento do sexto andar???
E a Paula Oliveira? Aquela que apareceu com a sigla SVP pelo seu corpo?
O que terá acontecido? Será que é essa a “evolução” do humano?
Reflita, e tire a sua própria conclusão!

Israel Lima
São Paulo

Escola da Família – 6.800 Vagas para Estudantes Universitários

Saiba como se inscrever:

As inscrições começaram do dia 05/03/2009 e vão até o dia 13/03//2009. Os estudantes que participarem não terão que pagar a faculdade. Os participantes selecionados começarão a trabalhar já em abril. As vagas são para as 91 diretorias do Estado de São Paulo. Os selecionados receberão bolsa integral do seu curso. (50% pagos pela Secretaria de Educação, limitada a R$ 265 e os outros 50% pagos pela instituição de ensino)
Os escolhidos vão trabalhar como monitores nas escolas estaduais, podendo também atuar nas áreas da dança, música, brincadeiras, atividades esportivas, entre outras.

Requisitos:

Ter concluído o ensino médio na rede pública paulista estadual ou municipal.,

As inscrições são feita no site:

http://www.escoladafamilia.sp.gov.br/

Israel Lima
São Paulo

Regulamentação da evolução do quadro de apoio será publicada

O enquadramento por evolução funcional está previsto na Lei nº 14.660/07. Entretanto, para que este direito, conquistado pelo SINPEEM, seja aplicado, deve ser regulamentado por decreto e portaria, o que ainda não ocorreu.Em 2008, a SME informou que a regulamentação seria publicada em outubro, o que não ocorreu. Em recente reunião, o SINPEEM voltou a pressionar e o governo garantiu que o decreto já está na Secretaria de Governo, aguardando a assinatura do prefeito.O SINPEEM reivindica urgência na regulamentação da evolução funcional do quadro de apoio e que este direito seja aplicado com efeito retroativo.
SINPEEM insiste na regularização dos ATEs
A SME determinou que cabe ao diretor atribuir funções que são próprias das duas categorias de auxiliares técnicos de educação, mas ainda não regulamentou o enquadramento e a remuneração quando um ATE I passa a desempenhar funções próprias de um ATE II.O SINPEEM entende que, sendo o cargo composto de duas categorias, e por ter, anteriormente, servidores que prestaram concurso para ATE I ou ATE II, estes profissionais não podem ter a mesma referência e remuneração, tampouco cumprir atribuições que não são próprias do cargo para o qual prestaram concurso. Por isso, também reivindicamos urgência na regularização do enquadramento e remuneração dos ATEs.
(03/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

SINPEEM reivindica mudança nos módulos das unidades

Realizada a remoção anual, o processo de acomodação para a fixação da unidade de lotação dos professores que tiveram investidura por concurso na carreira para o cargo de professor adjunto e todo o processo de escolha/atribuição de turnos classes/aulas, fica clara a necessidade de alteração no módulo de professores, fixado transitoriamente pela SME, por meio da Portaria nº 4.194, de 07 de outubro de 2008. Ocupam vagas no módulo de docentes os que estão em regência e aqueles em Complementação de Jornada (antigo eventual). Docentes excedentes, independentemente se investidos como titulares ou anteriormente como adjuntos, não integram o módulo. Defendemos a ampliação do módulo existente, para que tenha a seguinte composição, que reduzirá os casos de excedência:
I - educação infantil e ensino fundamental I
- um professor regente para cada classe acrescido de: até 3 classes - 01 professor;
de 04 a 6 classes 02 professores;
de 07 a 09 classes 03 professores;
de 10 a 12 classes 04 professores;
de 13 a 15 classes 05 professores;
acima de 15 classes 06 professores
II - ensino fundamental II e médio
a) escolas com até cinco classes de ensino fundamental II:
- um professor regente para cada bloco de 25 ou 24 horas/aulas;
- um professor por disciplina, com quantidade de aulas em número inferior a 25 horas/aulas, acrescido de um professor por área de conhecimento/disciplinas da Base Nacional Comum:
Português, Matemática, Ciências, História, Geografia, Arte, Educação Física e da Parte Diversificada: Inglês.
b) escolas com mais de cinco e até 20 classes de ensino fundamental II:
- um professor regente para cada bloco de 25 ou 24 aulas, acrescido de:
- dois professores por áreas de conhecimento/disciplinas da Base Nacional Comum:
Português, Matemática, Ciências, História, Geografia, Arte, Educação Física, e da Parte Diversificada: Inglês.
c) escolas com mais de 20 classes de ensino fundamental II:
- um professor regente para cada bloco de 25 ou 24 horas/aula, acrescido de:
- dois professores por área de conhecimento/disciplinas da Base Nacional Comum;
- mais um professor das disciplinas de Português, Matemática, Ciências, História e Geografia.
Esta reivindicação, aprovada pela categoria, será entregue à SME. O SINPEEM pressionará por seu atendimento, considerando a necessidade das unidades e a sua importância para a solução de vários casos de excedência, inclusive por erro da Administração.
(03/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

Ministério Público exige o fim da terceirização da merenda

A terceirização da merenda escolar tem sido criticada pelo SINPEEM desde a sua adoção, em 2001. No momento em que a Secretaria de Abastecimento realizou o primeiro contrato, sob a alegação de que seria provisória até que as unidades tivessem instalações e equipamentos adequados, nos opusemos, certos de que a medida iria se expandir e se tornar política permanente. Além de ser mais caro, o serviço de merenda terceirizada tem sido também criticado pela qualidade. Agora, o Ministério Público, além de confirmar o que vínhamos dizendo quanto ao custo e qualidade, também denuncia o conluio entre as empresas para participarem e ganharem a concorrência. Aponta, ainda, o provável desvio de conduta de servidores do Departamento de Merenda Escolar, que agiram para beneficiar as empresas contratadas. Coerente com sua posição, o SINPEEM exige não só a averiguação das denúncias e punição dos responsáveis, como o fim das terceirizações da merenda, da limpeza, da segurança, da vigilância e da manutenção das unidades. O fim dos contratos deve estar vinculado à realização de concursos, valorização do quadro de apoio, módulo de pessoal adequado e completo e de todos os recursos materiais necessários. Os agentes escolares e os agentes de apoio, que tiveram mudanças nas suas atribuições, passando a dar apoio e atendimento ao aluno, assim devem permanecer, com a consequente mudança em seu enquadramento e remuneração.
(03/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

Gratificação por Desenvolvimento Educacional

A Lei nº 14.660/07 estabelece que o valor da GDE deve de ser fixado anualmente, por meio de decreto, considerada a disponibilidade orçamentária e financeira e observando, no mínimo, o valor atribuído no exercício anterior. Em 2008, o valor para a Jeif foi de R$ 2.400,00. O valor individualmente recebido pelo profissional de educação foi calculado considerando a taxa de ocupação da unidade e a sua freqüência. Toda e qualquer ausência, incluindo as decorrentes de licenças para tratamento da saúde, implicaram em descontos. Neste ano, o valor mínimo para a Jeif poderá ser igual ao do ano passado e os critérios para o cálculo do valor individual poderá ter alterações. O decreto que regulamenta a GDE ainda não foi publicado. Reivindicamos que o seu efeito não seja retroativo.

(03/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

CALENDÁRIO DO SINPEEM

• reuniões de representantes: 27/02, 27/04, 23/06, 19/08 e 01/10;
• reuniões do Conselho Geral: 02/03, 07/05 (estava agendada anteriormente para o dia 30/04), 25/08 e 07/10;

• cursos de formação: a) 19/05

– curso com dispensa de ponto para os profissionais de educação infantil (quadro de apoio, docentes, gestores, DREs e órgãos da SME); b) 19/06

– curso com dispensa de ponto para os profissionais dos ensinos fundamental I, II e médio (quadro de apoio, docentes, gestores educacionais, DREs e órgãos da SME);

• Congresso do SINPEEM: de 27 a 30 de outubro.

(03/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

SINPEEM CONVOCA ASSEMBLÉIA GERALPARA O DIA 21 DE MARÇO

Em reunião realizada nesta segunda-feira, o Conselho Geral do SINPEEM aprovou a realização de assembléia geral, proposta pela Diretoria, para 21 de março, no Centro de Formação do sindicato (Rua Guaporé, 240, Metrô Armênia), para debater e aprovar a pauta de reivindicações da categoria, calendário de luta e os rumos da campanha salarial de 2009.

(03/03/2009 - INFORMATIVO SINPEEM)

quarta-feira, 4 de março de 2009

Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa

Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa (Atualização, com nota - 96h)

PERÍODO DO CURSO: 14.03 a 07.11.2009, aos sábados, das 9h às 13h (não haverá aula nos dias 08.04 / 02.05 / 13.06 / mês de julho / 12.09 / 10 e 31.10.09)

PÚBLICO-ALVO: Graduados em Letras.

VAGAS: 70 (mínimo de 40 inscritos).

MATRÍCULA DATA: 03 a 10.03.2009

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA MATRÍCULA: - RG (data de expedição) e CPF; - endereço e telefone. - holerite ou carteira USP (para obter desconto)

LOCAL DA MATRÍCULA: Prédio da Administração da FFLCH Rua do Lago, 717 - sala 126 - Cidade Universitária São Paulo - SP - CEP 05508-080

Obs.: acesso também pela Rua do Matão, em frente ao Clube dos Professores

HORÁRIO DE ATENDIMENTO das 9 às 11h30 e das 13 às 16h30, de 2ª a 6ª feira

TELEFONE 55 11 3091 - 4645 E-MAIL: agenda@usp.br

OBSERVAÇÕES: 2. Não efetuaremos matrículas fora do prazo estipulado; 3. Não efetuaremos matrícula por telefone e e-mail; 4. As matrículas serão feitas por ordem de chegada. VALOR À VISTA 200,00: Interessados em geral.180,00: Graduandos e pós-graduandos da FFLCH-USP.100,00: Professores Ativos da Rede Pública, maiores de 60 anos, monitores bolsistas e estagiários da FFLCH. MATERIAL DIDÁTICO (não incluso): Será informado pelo professor no 1º dia de aula. OBSERVAÇÃO: 1. O pagamento será mediante boleto bancário impresso no ato da matrícula; 2. Não haverá devolução da taxa após o início do curso; 3. Os descontos serão concedidos mediante solicitação do interessado e comprovação da categoria a que pertence (apresentação da carteirinha USP ou holerite).

PROGRAMA E OBJETIVO

PROGRAMA:

Módulo 1 – Introdução aos Estudos comparados de literaturas de língua portuguesa - 14/03 Apresentação – Maria Zilda da Cunha, Rejane Vecchia da Rocha e Silva, Rosangela Sarteschi e José Nicolau Gregorin Filho - 21/03 Benjamin Abdala Junior

Módulo 2 – Literaturas africanas de língua portuguesa - 28/03 Regina Brito e Mario Lugarinho - 04/04 Tania Macêdo - 25/04 Simone Caputo Gomes - 09/05 Regina Vecchia da Rocha e Silva

Módulo 3 – Relações literárias entre Brasil, Portugal e África - 16/05 Salete de Alemida Cara - 23/05 Elza Miné Rocha e Silva - 30/05 Paulo Motta - 06/06 Vima Lia de Rossi Martin - 20/06 Hélder Garmes - 27/06 Avaliação - diretrizes

Módulo 4 – A literatura e cultura afro-brasileira - 08/08 Acacio Sidnei de Almeida - 15/08 Ligia Ferreira - 22/08 Oswaldo de Camargo

Módulo 5 – Diversidade cultural: literaturas de Língua Portuguesa e educação - 29/08 Rosangela Sarteschi - 05/09 Elizabeth Zianni - 19/09 Emerson da Cruz Inácio

Módulo 6 – Literatura infantil e juvenil em LP - 26/09 José Nicolau Gregorin Filho - 03/10 Maria Zilda da Cunha - 17/10 José Nicolau Gregorin Filho e Maria Zilda da Cunha

Módulo 7 – Literaturas de LP, cinema e outras mídias - 24/10 Fabiana Carelli Marquezini - 07/11 Mauriício Vasconcelos - 14/11 Avaliação e encerramento do curso

OBJETIVO: Contribuir para a atualização do professor em face da Lei 10.639/03, que obriga o ensino de História e Cultura africana e afro-brasileira nas escolas de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, de todo o país.

OUTRAS INFORMAÇÕES COORDENAÇÃO: Profa. Dra. Rosangela Sarteschi, da FFLCH/USP. VICE - COORDENAÇÃO: Profa. Dra. Maria Zilda da Cunha, da FFLCH/USP. MINISTRANTES: Profs. Drs. da USP: Acácio Sidinei Almeida Santos, Benjamin Abdala Junior, Elizabeth Maria Ziani, Elza Assumpcao Mine, Emerson da Cruz Inacio, Fabiana Careli de Castro, Helder Garmes, Jose Nicolau Gregorin Filho, Ligia Ferreira, Maria Zilda da Cunha, Mário César Lugarinho, Mauricio Salles de Vasconcelos, Oswaldo de Camargo, Paulo M


(Enviado por e-mail pela Profa. Dra. Diva)

segunda-feira, 2 de março de 2009

Laptop para professor do Estado sai por R$ 1.738 em até 24 vezes

Laptop para professor do Estado sai por R$ 1.738 em até 24 vezes sem juro

Computadores começarão a ser entregues no fim de março; 84 mil professores se inscreveram para o programa

Professores da rede estadual de Educação e do Centro Paula Souza terão laptops a R$ 1.738, com financiamento em até 24 vezes sem juro. O Banco Nossa Caixa concluiu nesta quinta-feira, 19 de fevereiro, o processo licitatório que definiu o preço final dos notebooks para professores. É o programa "Computador do Professor", parceria entre as secretarias de Estado da Educação e de Desenvolvimento e a Nossa Caixa.
Cerca de 84 mil professores se inscreveram para o programa. Os computadores devem começar a ser entregues pelos fornecedores no final de março. As parcelas mensais para financiamento em 24 meses serão de R$ 72,42, descontadas em folha de pagamento. Como comparação, um notebook com a mesma configuração e acessórios sai no mercado por cerca de R$ 2.500, sem contar o financiamento.
As licitações foram vencidas pela Positivo Informática e pela Brasoftware Informática, empresas que fornecerão, respectivamente, o hardware e o software dos notebooks. A assinatura dos contratos está prevista para 2 de março. Na segunda quinzena de março os 84 mil professores inscritos começarão a ser convocados para comparecimento à Nossa Caixa, de acordo com a ordem de inscrição, feita por meio do site (
www.professor.sp.gov.br ). Nessa etapa o banco fará a análise de crédito dos pretendentes.
"É um programa importante, que permitirá aos professores ter uma máquina atualizada. O número de inscrições foi enorme, o que mostra total interesse dos professores na busca por atualizações", afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.
Os professores que tiverem o financiamento aprovado devem começar a receber o laptop em até sete dias úteis, no endereço cadastrado no site da Secretaria da Educação no ato da inscrição no programa.

Saiba mais

Cronograma

2 de março: assinatura dos contratos
Segunda quinzena de março: início da convocação para comparecimento à Nossa Caixa, de acordo com a ordem de inscrição
Sete dias úteis depois: entrega para quem fechar o financiamento

Configuração do computador

- Processador de núcleo duplo arquitetura x86, tamanho de memória cache interno L2 (integrada) de 1MB e suporte à memória RAM DDR2 SDRAM 667 Mhz (PC5300)
- Memória RAM de pelo menos 2GB
- Tela de 14 polegadas
- Disco rígido interno com capacidade de 160 GB e cache de 8 Mbytes
- Leitor de cartões SD/MMC/MS
- Slot para cartão PCMCIA
- Drive de DVD-RW/CD-RW
- Cabos, baterias (no mínimo uma), fontes e conectores
- Windows Vista Home Basic
- Office




(Sexta - feira, 20 de Fevereiro de 2009 às 14h30 - Extaído do site da Secretaria de Estado da Educação)

300 mil servidores da Educação estadual têm desconto de até 20%

300 mil servidores da Educação estadual têm desconto de até 20% em livros e 5% em CDs
Parceria entre a Secretaria de Estado da Educação e a livraria Saraiva entra em nova fase e beneficia todos os servidores

A Secretaria de Estado da Educação fechou parceria com a rede de livrarias Saraiva para oferecer descontos na compra de livros, artigos de papelaria, CDs e DVDs aos seus cerca de 300 mil servidores. O benefício vale para qualquer loja da Saraiva ou para o endereço eletrônico da empresa. Para livros nacionais e importados (exceto didáticos) o desconte é de 20%
Além de professores, diretores e supervisores, todos os demais funcionários da Educação estadual podem obter o desconto. Além do desconto em livros, a parceria oferece redução de preços em produtos do setor de papelaria: 10%. Já para as compras de CDs e DVDs os servidores da educação estadual têm desconto de 5%.
Os abatimentos só não são válidos para produtos que já estejam com preço promocional estabelecido pela Saraiva. Para a concessão de desconto nas compras feitas em qualquer loja da Saraiva o servidor precisa apresentar seu holerite.
As compras pela internet devem ser feitas pelo site da Secretaria de Estado da Educação ( http://www.educacao.sp.gov.br ), no qual há um banner sobre a parceria.

Para efetuar as compras com desconto o servidor deve cadastrar os números de sua carteira funcional, além de informar o número de seu CPF.

Tabela de descontos
Linha de Produto
Percentual de Desconto
Livros nacionais e importados
20%
Artigos de papelaria
10%
CDs e DVDs
5%


(Sexta - feira, 27 de Fevereiro de 2009 às 13h00 - Extraído do Site da Secretaria de Estado da Educação)

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |