Pelo Corredor da Escola

Apontar temáticas do cotidiano escolar é o objetivo primeiro deste blog, na intenção de ser "elo" entre as partes envolvidas (aluno/professor). A reflexão é o nome deste elo, que não só une, mas debate e critica os principais livros do Brasil e do mundo.

Para maiores informações falar com o Prof. Israel Lima

israellima7.4@bol.com.br

terça-feira, 21 de abril de 2009

DIEESE DIZ QUE SALÁRIO MÍNIMO DEVERIA SER DE R$ 2.005,57

O salário mínimo necessário para o trabalhador brasileiro suprir as despesas com moradia, educação, saúde, vestuário, transporte, higiene, previdência e lazer deveria ser de R$ 2.005,57, valor 4,31 vezes maior do que o piso vigente, de R$ 465,00, segundo levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O cálculo é feito com base na Pesquisa Nacional da Cesta Básica. No último mês, o preço da cesta básica caiu em 15 de 17 capitais, por isso o valor do salário mínimo necessário era mais alto, de R$ 2.075,55, o correspondente a 4,46 vezes o mínimo em vigor. Em março de 2008, este valor era de R$ 1.881,32, ou seja, 4,53 vezes o salário mínimo da época, de R$ 415,00. Porto Alegre foi a capital que apresentou a cesta básica com valor mais elevado, de R$ 238,73. Quem ganha salário mínimo precisou trabalhar 96 horas e 28 minutos para comprar uma cesta básica. No mês passado, era necessário cumprir uma jornada de 100 horas e 21 minutos, enquanto em março de 2008 eram necessárias 102 horas e 16 minutos para fazer a compra. SINPEEM defende piso do Dieese Conforme aprovado nas nossas instâncias de deliberação, o SINPEEM defende a fixação do piso do Dieese como a menor remuneração para o professor na Jornada Básica do Docente (JBD) e para o quadro de apoio em J-40.



Extraído do INFORMATIVO SINPEEM 14 de abril de 2009


Comentários:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO, POIS É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS.

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |