Pelo Corredor da Escola

Apontar temáticas do cotidiano escolar é o objetivo primeiro deste blog, na intenção de ser "elo" entre as partes envolvidas (aluno/professor). A reflexão é o nome deste elo, que não só une, mas debate e critica os principais livros do Brasil e do mundo.

Para maiores informações falar com o Prof. Israel Lima

israellima7.4@bol.com.br

terça-feira, 19 de maio de 2009

Homofobia


Plano Prevê Livro com 50 Ações Para Assegurar Direitos da Constituição de Família Homossexual.

Esse é um tema que causa polêmica, divide opiniões e é indicador de “confrontos” religiosos. Não obstante, me propus falar desta temática, pois como educador e não podendo ter preconceitos, mesmo tendo minha opinião formada sobre o assunto, preferi apenas informar.

Pois bem: o que poderá mudar com este plano do governo?

No dia 14 de maio, dia do lançamento do “Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais)”, o secretário de Direitos Humanos, Paulo Vanucchi falou sobre o plano.

O governo quer que sejam incluídos nos livros didáticos a temática de famílias compostas por lésbicas, gays, travestis e transexuais. Ainda na área da educação, recomenda cursos de capacitação para evitar a homofobia nas escolas e pesquisas sobre comportamento de professores e alunos em relação ao tema.

Algumas das propostas ainda estão em andamento; como por exemplo, o reconhecimento da união civil de casais do mesmo sexo e da criminalização da homofobia. Propostas como estas tramitam no congresso.

Veja as Principais Propostas:

• Educação: Apoiar cursos sobre diversidade sexual para mestres; incluir o tema nos livros didáticos.
• Comunicação: Classificar como inadequadas para menores, obras com conteúdo homofóbico; fazer campanhas de valorização LGBT.
• Família: Permitir que casal homossexual adote filhos; criminalizar a homofobia; permitir que o contribuinte inclua o parceiro como dependente.
• Justiça: Encaminhar a presídio feminino: transexuais e travestis.
• Saúde: Extensão do direito à saúde suplementar ao companheiro.

• Programas: Criar políticas de crédito e reforma agrária voltadas para a população LGBT.
• Turismo: Incentivar o turismo para paradas gays.


Essas são algumas das medidas que integram o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT, documento firmado entre representantes de 18 ministérios.

Agora é com você. Deixe sua opinião sobre o assunto. O que você me diz?



Prof. Israel Lima.



(Pesquisa: Jornal da Tarde de 15/05/09 e O Estado de São Paulo de 15/05/09)

20 Comentários:

Joyce Pianchão disse...

Realmente, a família brasileira está com um novo perfil. Não dá para fugir dessa realidade. Na escola já estamos notando isso. Tanto que no lugar de comemorar dia das mães, dia dos pais, estamos optando por comemorar o dia da família. Na minha opinião o respeito pela escolha de cada um em primeiro lugar, mas falar nisso para nossos alunos será preciso muito preparo e segurança no assunto. Mas como sempre acontece, nessa hora se lembram da escola, dos professores e estamos diante de mais uma responsabilidade. Abraço, Joyce.

Zé Carlos disse...

Olá Prof. Israel obrigado pela visita e por ter-me dado a oportunidade de conhecer seu blog.
Vá em frente com este lindo trabalho.
Um abraço do Zé Carlos

Yvy disse...

Considero a proposta e o debate,ótimos.Urge mudar criar espaço e esclarecer mais o assunto.

Abrs.

Paulo Ka disse...

Ola Prof. Israel, bom dia!

Antes de qualquer coisa, muitíssimo obrigado pela visita em meu blog e pelo comentário, fico lisonjeado afinal vindo de um professor é um grande elogio, RS.
Em relação ao post, eu sou totalmente a favor!
Sou contra qualquer tipo de preconceito e obviamente contra a homofobia, afinal a opção sexual de cada individuo diz respeito a cada um e por isso devemos respeitar se queremos também ser respeitado. Está mais do que na hora da sociedade encarar a realidade e não fazer vista grossa e/ou fingir que não existe. Alguns dos direitos requeridos pelos homossexuais eu até concordo que ainda acho complicado como, por exemplo, a adoção, mas isso justamente pelo fato de que enquanto não se falar sobre o assunto nas escolas, enquanto não houver uma preparação acho que seria como colocar a criança na fogueira. Mas essa iniciativa de integração já é um começo.
Parabéns pelo espaço realmente muito bom e informativo.
Um grande abraço

Paulo ka
the K theory

Danilo Neves disse...

Olá, professor!

Qual é a sua opinião?
Que ponto de vista deve prevalecer nessa sinuca de bico já que as principais posições sobre o assunto não são nem se quer similares? Dos religiosos, dos psicopedagogos, da ala GLBTS...

É bom lembrar que,constitucionalmente falando, o Estado brasileiro é laico, ou seja, preceitos religiosos não são deterministas em questões politico-econômico-sociais. Daí dizer que "Deus criou Adão e Eva ou criou Adão e Ivo ou Ada e Eva" é a mesma coisa.

Bem, como um cristão ortodoxo-reformado-calvinista zelo pela verdade da criação humana a imagem de Deus relatada em Gênesis 1,2 e pelos seus princípios de monogamina e heterossexualidade intrínsecos ao ato criador de Deus (é bom dizer que eu repudio qualquer cosmovisão evolucionista darwinista, ou seja, o naturalismo filosófico como uma abordagem sobre a criação).

Agora o homossexualismo tá aí e convenhamos há de se ter, de fato, uma discussão quanto ao impacto desse "ismo" na família, na educação e, por conseguinte, na sociedade. A pergunta então que devemos fazer é: temos exemplos claros na história que nos digam que consequências isso teve ao se legalizar toda a agenda homossexual???

Não estou do lado da homofobia, pois tão sentimento é desaprovado pelas Escrituras (Bíblia). Não defendo a aceitação do homossexualismo como inato a criação do homem. E já que o argumento bíblico não é relevado, ainda assim o defendo e ainda entendo que há de se fazer uma busca histórica para avaliarmos melhor as consequências sociais das propostas desse Plano Nacional do governo.

Tudo bem que os tempos mudaram. Mas será que a moral deve mudar também? Vivemos uma era de relativismo moral sem precedentes!!!

Essa é a minha opinião.


Visite o blog umpcgyn.blogspot.com
Ele foi criado por 4 jovens. Nesse espaço procuramos postar assuntos relativos a fé cristã reformada,a cultura e a ciência. Faço aqui o convite ao professor para participar dele, caso goste!

Grande abraço.

Soli Deo gloria. Amém!

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Prof. Israel,
A Paz do Senhor!
Importante sua abordagem.
Apenas quero registrar e observar a resistência do Estado, quando o assunto é religião nas escolas,no entanto, por que acham que devem usar as escolas para perverterem a mente das nossas crianças.
Ora, se as coisas estão mudando naturalmente, por que então adubar e acelerar o processo utilizando o sagrado espaço do aprendizado educacional?
Não seria isso uma incoerência do Estado?
A quem interessa isso?

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Laguardia disse...

Prof Israel

Não posso deixar de lado minhas convicções religiosas.

Há certos aspectos da educação que competem aos pais e não ao governo e a escola. A questão de comportamentos sexuais e preferências sexuais é uma delas.

Esta lei fere de frente a liberdade de religião garantida pela constituição.

Uma escola confessional, como por exemplo, o Colégio Batista Mineiro, não poderá mais em suas classes de educação religiosa, dizer que a Bíblia Sagrada condena o homossexualismo?

Não podemos mais dizer que o sexo deve ser praticado somente depois do casamento se esta é a nossa convicção?

Não poderemos dizer que quando procuramos uma esposa devemos procurar uma companheira para a vida toda e que devemos ser fiéis e honestos para com ela?

Não podemos ensinar que a maconha, o cigarro e o alcool são prejudiciais a saúde?

Sempre dei este tipo de educação para os meus filhos e sei que estão repassando para os meus netos.

Este tipo de lei é típico do socialismo. O estado se acha no direito de dizer a meus filhos o que é certo e o que é errado, tiram de mim a responsabilidade da educação dos meus filhos.

Isto é inadmissível. Isto viola os meus direitos de ser humano.

Nenhuma pessoa que preza a liberdade e a democracia pode permitir que o estado tire dos pais o dever e o direito que eles tem de transmitir seus princípios éticos e morais a seus filhos.

Se não dermos o crito agora amanhã será tarde demais.

Ana Flávia disse...

Olá querido Israel!
Realmente este é um tema bastante complexo para ser comentado. Mesmo não concordando com a prática do homosexualismo (por princípios bíblicos), acho de interessante o surgimento de leis que punam contra o preconceito contra homossexuais, pois estes são seres humanos e merecem todo o respeito e dignidade. Não é por uma escolha sexual diferente que os homossexuais têm de ser tratados como seres de outro planeta. E o caráter, a dignidade, o sentimento dos mesmos, será que isso não conta?
Estamos falando de seres humanos que merecem toda a dignidade e respeito, como criaturas feitas pos Deus. Será que somos tão perfeitos assim para julgarmos os outros?
Se o próprio Deus, sendo um ser divino e supremo não despreza a ningém e nem faz acepções de pessoas, quem somos nós, meros mortais que do pó viemos e ao pó voltaremos, para julgar alguém?

Muito boa a matéria!!!

Beijos, Ana Flávia

RITA DE CASSIA disse...

Cada um q/viva da maneira q/achar melhor....
dai a incentivar ,e querer passar para essa criançada,q/tudo isso e normal....
sabe frof!porque o govr antes de tomar essa triste decisao,nao faz uma doaçao de "BIBLIAS"?
BOA NOITE AMIGO!

Laguardia disse...

O tratamento dispensado ao homossexual tem que ser de acordo com os ensinamentos bíblicos, dentro de amor e respeito.

Deus ama o homossexual, mas abomina a prática do homossexualismo.

O fato de tratarmos o homossexual com respeito e com o amor que Deus espera que o tratemos não significa que devemos ser permissivos com relação ao ato do homossexualismo.

Reforço a minha opinião de que não concordo que o estado interfira na educação moral que vou dar a meus filhos.

Prof. Israel Lima disse...

Querida amiga Joyce Pianchão,

Obrigado pelo excelente comentário a respeito da Homofobia.
Riquíssimo comentário

Tenha uma excelente semana.

Visite-me mais vezes.

Um grande abraço.

Prof. Israel Lima disse...

Meu amigo Zé Carlos,

Muito obrigado por sua honrosa visita e maravilhoso comentário.

Desejo-lhe uma ótima semana.

Visite-me mais vezes.

Um grande abraço.

Prof. Israel Lima disse...

Quamiga Yvy,

Muito obrigado por sua visita e comentário.
Muito inteligente suas palavras a respeito da postagem "Homofobia".

Tenha uma ótima semana.

Visite-me mais vezes.

Beijos

Prof. Israel Lima disse...

Meu caro amigo Paulo Ka,

Grato pela visita e riquíssimo comentário (Homofobia).
Tenha uma ótima semana. Visite-me mais vezes.

Um grande abraço.

Prof. Israel Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Prof. Israel Lima disse...

Meu amigo Danilo Neves,

Muito obrigado por sua horosa visita e excelente comentário!

Desde já, já o convido a fazer-me uma nova visita.

Olha Danilo, como evangélico, creio nos preceitos bíblicos e os considero e sigo. Como Educador, respeito as diversidades, pois no meu juramento, jurei não ter nenhum tipo de preconceitos.

Abordei, como você mesmo pode ler, o assunto de forma transparente e imparcial, apenas expus o assunto e pedi que meus leitores comentassem.

E vem você com um comentário maravilhoso, que nos fez refletir um pouco mais sobre essa temática.

Obrigado e Visite-me mais vezes.

Um grande abraço.

Prof. Israel Lima disse...

Meu pastor Pr. Carlos Roberto,

Mais uma vez, muito obrigado pela visita e comentário. (Homofobia)

Desejo-lhe uma excelente semana. E convido-o a visitar-me mais vezes.

Um grande abraço.

Prof. Israel Lima disse...

Meu amigo Laguardia,

Muito obrigado pelo excelente comentário sobre Homofobia.
Quero lhe dizer que também sou favorável com seu comentário.
Tuma ótima semana sob a proteção de Deus.

Um grande abraço.

Prof. Israel Lima disse...

Oi querida Maninha Ana Flávia,

Muito obrigado por sua visita e comentário!
Quero lhe dizer que penso como você.
Tenha uma excelente semana.

Grande beijo.

Prof. Israel Lima disse...

Querida RITA DE CASSIA,

Compartilho da mesma opinião que a sua a respeito de minha postagem sobre Homofobia.

Tenha uma excelente semana.

Um grande abraço.

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO, POIS É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS.

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |