Pelo Corredor da Escola

Apontar temáticas do cotidiano escolar é o objetivo primeiro deste blog, na intenção de ser "elo" entre as partes envolvidas (aluno/professor). A reflexão é o nome deste elo, que não só une, mas debate e critica os principais livros do Brasil e do mundo.

Para maiores informações falar com o Prof. Israel Lima

israellima7.4@bol.com.br

terça-feira, 30 de junho de 2009

Intensidade do Amor


(Poesia de Israel Lima)


Não são suficientes

O ar e suas cadências harmônicas,
A lua e sua tímida clareira,
O sol e seus raios rútilos,


Muito menos

A terra e suas miraculosas charnecas,

Os vulcões e seus ensurdecedores frêmitos,
A água e seu ímpeto lacerado,


Nem

A vida e seus arabescos...
A morte e seu desejo nostálgico,
A dor e seu despertar
extasiado,


Mesmo

A alegria e seu cavalgar voluptuoso,
A imensidão celeste,
A profundidade marinha - não seriam suficientes...


Nem mesmo

As palavras mágicas dos poetas
Seriam capazes de descreverem
A intensidade verdadeira do amor...

***


13 Comentários:

Everson Russo disse...

Meu amigo, e voce ainda teve a coragem de me dizer que não é poeta,,,,jamais repita isso...rs...rs..rs...Lindo demais sua poesia, falar na intensidade do amor é falar em tudo que a gente tem por dentro, tudo que a gente sabe que existe mas não pode tocar, apenas sentir, não consegue expressar, apenas doar, lindo demais, um forte abraço e uma terça feira cheia de paz e poesia...

Everson Russo disse...

Voltei, esqueci de citar, "nem mesmo as palavras magicas dos poetas seriam capazes de descrever", isso é a mais sensivel poesia, pois eu penso assim, todo poeta, assim como voce, descreve internamente o amor, mas vive a procura de decifra-lo, entende-lo, encontra-lo, mas ao fim, nao pode, senão perde-se a essencia da poesia...aquela busca sem fim...agora sim,ficou completo meu comentario...sua poesia me emocionou...abraços...

elvira carvalho disse...

Isso porque o amor não se descreve. Sente-se.
Muito obrigada pela sua visita lá no "Coisas Minhas".
Um abraço

Anne Lieri disse...

Prof. Israel,muito linda sua poesia!Realmente o amor não pode ser mensurado!Abraços,

MEUS PENSAMENTOS disse...

o blog meus pensamentos esta em festa venha fazer parte!

Nanda Assis disse...

adorei este poema, ainda mais com o sol, que amo demais.

bjosss...

Pedro Antônio disse...

Bonita poesia, Israel!

Parabéns!

Um abração!

Pedro Antônio

flying_low17 disse...

Bom dia Prof. Israel, obrigado pela visita e pelo comentário, os dias parecem ficar mais curtos e assim o tempo passa numa velocidade que é difícil a gente correr atrás de tudo ao mesmo tempo, mais a vida esta assim mesmo. Um grande abraço de seu amigo Valter.

Everson Russo disse...

Um forte abraço amigo e uma otima quarta feira.

Barbara disse...

Israel, o senhor está falando do amor divino ou do amor de mãe?
Porque com essa força e beleza, só conheço esses dois.
Ficou muito bonito o poema.

Mário Margaride disse...

Obrigado amigo, pela tua visita e pelos comentários.

Parabéns, pelo belo poema!

Abraço

Mário

Victor S. Gomez disse...

Amor verdadeiro não dá para descrever apenas se sente. Abraços

Ava disse...

Impossivel ler e não apaixonar por tão belo poema...

Que traduz, em toda a sua essência, esse louco sentimento chamado amor...

Beijos!

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO, POIS É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS.

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |