Pelo Corredor da Escola

Apontar temáticas do cotidiano escolar é o objetivo primeiro deste blog, na intenção de ser "elo" entre as partes envolvidas (aluno/professor). A reflexão é o nome deste elo, que não só une, mas debate e critica os principais livros do Brasil e do mundo.

Para maiores informações falar com o Prof. Israel Lima

israellima7.4@bol.com.br

segunda-feira, 19 de abril de 2010

A escola e o desejo de aprender


Outro aspecto que quero dialogar com vocês, leitores, é sobre o interesse dos estudantes pela escola, particularmente pelo que é ensinado nas instituições escolares públicas e particulares de nosso país. Uma triste realidade que nos deparamos é que nossas escolas não levam em consideração a curiosidade dos educandos e as possibilidades do novo. Na maioria das vezes tudo já está pronto, estabelecido, determinado. Os conteúdos curriculares não despertem interesse nos alunos, dificultando com isso a aprendizagem. O desejo de aprender, que deveria ser aflorado cotidianamente, acaba sendo contido pelos currículos escolares que a cada dia estão mais distantes da realidade e do interesse dos estudantes. As escolas, em sua maioria, desconhecem o mundo infanto-juvenil na sua essência, ficam presos a teorias e metodologias que muitas vezes não refletem o contexto dos seus estudantes. Os estabelecimentos escolares determinam o que deve e o que não deve aprender na formação escolar, sem ouvir os alunos, sem levar em consideração a diversidade de conhecimento e saberes que as crianças e jovens trazem consigo e que poderiam ser aproveitados como parte do instrumental de metodologia de ensino. É preciso também repensar a escola em seu modelo espaço-tempo, ou seja, rever a estrutura que se encontra caracterizada por sala, campainha, corredor e pátio. É fundamental conceber outros espaços alternativos de aprendizagem, locais e momentos diversos para que se possa aprender e produzir o conhecimento. Fazer o estudante pensar, investigar, descobrir o caminho do conhecimento. No momento atual, num contexto de um mundo conectado e globalizado, a função do professor passa a ser a de uma pessoa que aponta rumos e possibilidades ao invés de ficar dando respostas. Outro fator que devemos levar em consideração quando discutimos aprendizagem na escola, trata-se dos conteúdos e conceitos que são ensinados e nunca são usados na vida. Trata de temas que poderiam ser substituídos por outros que teriam melhor aproveitamento na formação enquanto cidadão. A escola perde um tempo considerável ensinando conteúdos que nunca serão utilizadas, ou quando muito para passar no vestibular, enquanto poderia estar tratando de temas mais atraentes e de utilidade para a vida cotidiana como meio ambiente, saúde, diversidade, sexualidade, entre outros. Para termos uma escola onde o aluno sinta o gosto pelo aprendizado, tenha vontade de frequentá-la não apenas pelos amigos ou obrigados pelos pais, essa escola tem que levar em consideração o desejo de aprender do estudante e não apenas o que os adultos acham importante. Para tanto é imprescindível que se rompa com a tradicional e perniciosa "grade curricular", propondo um modelo mais flexível e aberto de busca do conhecimento e produção do saber.



(Clipping 16.04.2010 Gazeta de Cuiabá, 16/04/2010 - Cuiabá MT - Elias Januário )

1 Comentário:

Benito de Andrade disse...

Caríssimo prof. Israel, estou visitando a tua página e já sou seguidor do blog por tratar de questões que prendem a nossa atenção pela sua relevância e atualidade. Na presente postagem, percebo que nos identificamos em vários pontos, como educadores que somos. Concebo que a escola deve preparar a criança, o jovem, para o exercício pleno da sua cidadania. Para isto, devem os professores se empenhar em transmitir valores, lições que possam levar os educandos a questionar, a refletir, a criticar a nossa realidade. O papel da escola deve ser de preparar homens livres e conscientes e não apenas transmitir conteúdos que no muito das vezes são estéreis, vazios, fora do contexto. Conteúdos defasados e que continuam sendo transmitidos, infelizmente, de geração a geração. Parabéns pela postagem!
Abraços.

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO, POIS É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS.

Template Rounders modificado por ::Blogger'SPhera::
| 2008 |